Iluminação funcional: como criar pontos de luz sem quebrar paredes

Iluminação funcional é aquela que cumpre todas as suas necessidades antes de tudo. Na sala, no quarto, na cozinha ou no banheiro, a luz faz toda a diferença no ambiente e precisa ser pensada de forma a servir para todas as finalidades. Pode ser que, na planta, a iluminação escolhida seja mais do que suficiente, mas na prática você possa sentir falta de um pouco mais de luz em um ponto específico. Como nem sempre encarar uma obra está nos planos, qualquer que seja o seu caso, não se preocupe: existem formas de criar pontos de luz fugindo do quebra-quebra (e você está prestes a descobri-las).

Observação importante: se já existe um ponto de luz, apenas não na posição que você quer, é possível usar um desviador para resolver o problema. Ele é nada mais, nada menos, que um “prendedor” feito especialmente para fixar fios no teto, dando a possibilidade de migrar o ponto de luz exatamente para onde deseja que ele fique.

Como criar pontos de luz sem quebrar paredes

A forma mais prática (e econômica) de criar pontos de luz sem quebrar paredes ou lajes é fazer um forro de gesso. Nele, você vai poder instalar spots e trilhos de iluminação com menos sujeira do que se tivesse que abrir buracos em paredes de alvenaria. Além disso, dessa forma é mais viável criar um ambiente no qual seja simples controlar a intensidade da luz – contribuindo para um projeto de iluminação funcional –, isso tudo sem grandes obras. Se ainda assim a ideia não te convencer, as opções são:

Em salas, quartos ou escritórios

Apostar em luminárias de pé ou abajures. O ideal é optar por novos pontos de luz com interruptores – assim, você não precisará ficar plugando e desplugando nenhum deles o tempo todo. Salas, quartos e escritórios normalmente têm espaço suficiente e combinam com esse tipo de iluminação indireta. Outra opção possível é investir em luminárias direcionáveis, que servem para iluminar pontos bem específicos. Elas são boas para mesas de trabalho ou como uma luz de leitura perto da cama ou do sofá. Assim como luminárias de pé e abajures, também são ligadas em tomadas e, portanto, dispensam as reformas.

Em banheiros, cozinhas e lavanderias

Investir em fitas ou luminárias adesivas de LED, já que ambientes de trabalho pedem luzes mais duras e intensas e, portanto, não recebem muito bem luminárias e abajures regulares. Fitas de LED (ou mangueiras de LED) são tubos flexíveis com várias mini lâmpadas que funcionam com energia elétrica e podem ficar embutidas nos armários. Alguns modelos são adesivos, o que facilita a instalação, e outros possuem regulagem de intensidade ou podem ser acionados por controle remoto.

Já as luminárias adesivas de LED têm funcionamento a base de pilhas e são semelhantes a luzes de presença: só são acionadas através do toque na peça. Dessa forma, dispensam fios, tomadas e interruptores. Como são um tipo de iluminação mais focado, são indicadas para serem usadas sob armários suspensos em áreas em que a bancada serve também como espaço de trabalho.