Para garantir que nossos filhos tenham toda a proteção necessária na hora de brincar, é importante tomar alguns cuidados básicos, como travar armários, escolher um tapete antiderrapante e adicionar uma grade à cama para impedir que os pequenos caiam enquanto dormem. Pensando em exemplos como esses, a gente separou alguns itens essenciais para a segurança infantil: anote tudo para que, nesse Dia das Crianças, seu filho possa correr pela casa para brincar sem te deixar preocupado.

Proteção de tomadas: evitando brincadeiras perigosas

Aproximando o protetor da tomada e inserindo-o no buraco.

Os dedinhos das crianças são pequenos os bastante para serem capazes de se introduzir, ainda que apenas em parte, na parte recuada das caixas das tomadas da sua casa. Esse risco aumenta se alguma tomada não tiver a caixa protetora, o que pode fazer seu filho levar um choque elétrico. Para evitar acidentes desse tipo, tente colocar proteção nos buraquinhos. Feitos de silicone ou plástico, a maior parte dos protetores de tomada são de fácil manuseio e podem ser retirados depois de modo bem fácil.

Redes de proteção: a barreira extra contra acidentes

Rede de proteção em uma janela.

Quem mora em apartamento sabe o que é a angústia de deixar as crianças sozinhas na varanda ou próximas à janela para brincarem. É por isso que instalar uma tela ou rede de proteção pode ser o ideal para impedir qualquer queda. Mas preste atenção na qualidade do material e fique atento para saber a quantidade de peso suportada pelo produto. Além disso, telas velhas devem ser trocadas para não haver nenhum risco de rompimento.

Grade de cama: protegendo o sono

Muitas crianças costumam rolar sobre o colchão durante a noite, o que pode acabar provocando uma queda da cama. Para evitar esse tipo de acidente, uma boa ideia é instalar uma grade protetora, assim o seu filho — e você — vão conseguir dormir tranquilamente.

Proteção de quina: como garantir a segurança com móveis tão baixos quanto os pequenos

Criança próxima a uma mesa com proteção nas quinas.

As alturas da mesa de jantar, do gaveteiro e até mesmo da cômoda podem ser semelhantes à estatura do seu filho. Por conta disso, em um momento de brincadeira ou queda inesperada, o pequeno pode colidir contra a quina de um desses móveis. Para evitar esse tipo de imprevisto na hora da diversão, que tal adicionar protetores a essas extremidades? É fácil, rápido e, assim como com as tomadas, você vai poder tirar quando quiser, sem problemas.

Tapetes antiderrapantes: de olho nos primeiros passos

Para que seu filho possa engatinhar e aprender a andar de maneira segura, experimente colocá-lo sobre tapetes que evitem que ele escorregue. Ainda que ele caia, os tapetes infantis desse tipo são mais fofos e amortecem quedas, além de muitas vezes terem formatos e estampas divertidas para decorar quarto.

Prateleiras altas: quando a curiosidade é perigosa

Livros, objetos de coleção e até mesmo plantas são apenas alguns dos objetos que costumamos colocar em nossa casa para decorar um cantinho ou outro. Muita gente, aliás, gosta de arrumar esses itens em prateleiras. Mas o problema começa quando os pequenos descobrem o que está nas estantes e fazem de tudo para pegar “os novos brinquedinhos”. Para contornar essa curiosidade, uma boa opção é colocar as prateleiras mais no alto, evitando que os bracinhos ansiosos das crianças alcancem facilmente qualquer objeto mais perigoso ou pesado.

Trava de armário: manter a atenção nos lugares certos

Travas de armários impedindo que as portas se abram.

Você se lembra que a gente falou do tapete antiderrapante? Muita gente mantém os filhos brincando calmamente nesse tapetes, sem perceber que há portas de armários e gavetas por perto. Com o olhar curioso, as crianças quase sempre vão querer saber o que tem dentro dos móveis: você piscou e elas estarão lá, se esticando na direção do puxador para “o novo mundo”. Para evitar isso e garantir que a diversão não se desvie dos brinquedos, você pode adquirir uma trava de armário. Funcionando como uma alavanca fácil de manejar, a ferramenta em geral é feita de plástico e não prejudica o design do móvel original.

Grade de porta: como criar limites desde cedo

Se você quer evitar que seu filho engatinhe ou dê os primeiros passos para longe da área do quarto, da sala ou de outro cômodo que esteja à vista, uma boa ideia é colocar uma grade na porta. Elas são baixas como as crianças e permitem a visão dos dois lados. Isso também pode ajudar bastante a criar bloqueios para animais: dessa forma, vai ficar mais fácil separar o bichinho de estimação das crianças, caso seja necessário.

Bóias de Braço: a segurança necessária na água

Crianças brincam na piscina usando bóias de braço.

Nas estações mais quentes e durante o recesso escolar, é comum irmos para a piscina curtir o calor — e as crianças são sempre as mais ansiosas para cair de cabeça na água. Para evitar acidentes nesse período, pode apostar sem medo nas famosas bóias de braço. A maior parte dos modelos certamente tem a ver com o seu filho: existem até alguns com estampas divertidas de desenhos animados e super-heróis.

Trava de portas: proteja as mãozinhas

Travas infantis colocadas nas portas de uma casa.

Um dos acidentes mais comuns em casa é o famoso dedinho preso nas portas. E se for uma criança, pior ainda: ela não vai ter noção do perigo! É por isso que é uma boa ideia colocar protetores em todas as portas da sua casa para evitar que seus filhos se machuquem. As travas podem ser feitas de diferentes materiais e alguns até podem ter temáticas divertidas, próprios para o quartinho dos pequenos. Essas ferramentas ainda são bastante úteis para evitar que as crianças se tranquem, sozinhas e sem querer, em diferentes cômodos da casa.