Tudo o que a química Yaskara Mariana Vargas queria era uma oportunidade de renovar os ares da sua casa. Por conta de um problema de espaço e um piso defeituoso, decidiu começar essa transformação pelo cômodo preferido de muita gente: a cozinha. Com ares de passado, o cômodo precisava ser trazido para o presente e, para ajudar Yaskara nessa missão, Silvana Cambota, arquiteta proprietária do SOS arquiteto, entrou na história. As duas se uniram, criaram um projeto perfeito e começaram a obra: dá uma olhada aqui embaixo em como foi o passo a passo dessa reforma!

Como aconteceu o processo criativo?

Antes e depois de uma cozinha antiga que rejuvenesceu algumas décadas pós-reforma

Para atender melhor ao que a Yaskara estava procurando, foi tudo feito em conjunto. Ela enviou para a arquiteta fotos de cozinhas que achava bonitas e modernas. “Recebi imagens de várias cozinhas em tons claros, com muito bege e branco. A ideia era adicionar algum toque de cor nas paredes”, explica a arquiteta. A escolha final ficou no bege, mas Yaskara garante que opinou em cada etapa: “fizemos várias alterações durante o projeto, então acabei participando bastante”, lembra.

Quais elementos foram usados para deixar o ambiente bem mais moderno do que era?

O passo número 1 foi trocar o piso. Por conta das rachaduras do anterior, caminhar pela cozinha podia causar algum tipo de acidente. Os antigos revestimentos também foram retirados, dando lugar aos azulejos coloridos. “Hoje em dia não colocamos mais revestimentos em toda a cozinha. Agora, o melhor é procurar usar a técnica apenas na área do fogão ou em partes específicas, em detalhes”, explica Silvana. Uma boa dica para quem não quer aplicar o revestimento nem nos pequenos detalhes, é usar adesivos que imitem azulejos - só para decorar mesmo. "No restante da parede, você pode investir em uma tinta lavável ou em uma pintura em quartzo (que também é lavável)", indica a arquiteta. Alé, de modernizar, essas ideias diminuem o custo com a mão de obra e acabam barateando toda a obra.

Antes

Antes e depois de uma cozinha antiga que rejuvenesceu algumas décadas pós-reforma

Depois

Antes e depois de uma cozinha antiga que rejuvenesceu algumas décadas pós-reforma

Algum tempo após a reforma, aliás, Yaskara decidiu comprar uma geladeira mais moderna, na cor prata. E não é que o novo eletrodoméstico também combinou com a decoração? Dessa vez, a geladeira casou com o fogão e também teve um peso na hora de deixar a cozinha com uma pegada mais contemporânea.

Antes e depois de uma cozinha antiga que rejuvenesceu algumas décadas pós-reforma

O olhar de um arquiteto pode ser mesmo decisivo em uma reforma

O importante é sempre prestar atenção aos problemas do dia a dia. Na cozinha anterior, a posição escolhida para os principais eletrodomésticos, como o fogão e a geladeira, não ajudava a aproveitar o espaço. “Procurei melhorar o layout do ambiente para deixar esses itens e até mesmo a pia em posições mais práticas”, pontua Silvana. A instalação da bancada de granito, aliás, deu um bom trabalho. “Devido a alguns recortes na parede, as medidas precisaram ser modificadas algumas vezes”, comenta Yaskara. Por conta da nova organização, as duas conseguiram trocar e aumentar os armários. Mais modernos e mais dinâmicos, as portas passaram a combinar com a geladeira, dando um equilíbrio ao ambiente. O resultado ficou incrível, né?

Antes e depois de uma cozinha antiga que rejuvenesceu algumas décadas pós-reforma