Como organizar uma área de serviço funcional em 6 passos

As áreas de serviço normalmente ocupam um espaço reduzido nos imóveis. Em muitos casos, inclusive, elas são integradas com a cozinha, deixando o tamanho ainda mais limitado. Apesar disso, as possibilidades de transformar esse ambiente em um espaço mais moderno, organizado e funcional são infinitas.

Cozinha e área de serviço integradas

Toda e qualquer área de serviço, independentemente de suas dimensões, deve ser prática e funcional, já que várias atividades domésticas são realizadas por ali mesmo e, para isso, é preciso contar com um pouquinho de espaço. Mas se a limitação espacial também vem limitando suas ideias, confira já nossas dicas e otimize o ambiente enquanto garante sua beleza e funcionalidade! Acompanhe:

1. Acerte na escolha dos móveis

Para aproveitar melhor o espaço da área de serviço, invista em armários altos e prateleiras, elementos que poderão ser usados para guardar produtos de limpeza e objetos menores, como prendedores e panos, por exemplo.

O ideal é dar preferência a móveis compactos e feitos com algum material impermeável, pois a área de serviço é úmida e a madeira sem tratamento pode acabar estufando ou deformando em contato frequente com a água.

2. Use cestos e caixas para organizar o ambiente

Impossível pensar em área de serviço funcional sem se lembrar de caixas e cestos organizadores. Se você tiver espaço suficiente, o ideal é contar com dois cestos: um para roupas sujas e outro para roupas já lavadas, prontas para encararem o ferro. Também aposte nas caixas e cestos de plástico ou de acrílico para guardar os pregadores, já que madeira e papel devem ser evitados na área de serviço.

3. Evite excesso de equipamentos

Se sua área de serviço é pequena ou se ela divide espaço com a cozinha, evite amontoá-la com aparelhos. Nesse caso, prefira eletrodomésticos multifuncionais, como uma máquina que lave e seque, por exemplo. Isso vai ajudar a otimizar o espaço, preservando a área de circulação sem perder no quesito funcionalidade. E por falar em área de circulação, vale lembrar que é importante que haja, no mínimo, 90 centímetros entre os móveis, os eletrodomésticos e a porta para não comprometer o fluxo.

4. Aposte em divisórias de ambiente

É ótimo que a cozinha e a área sejam integradas, mas isso não quer dizer que esses ambientes precisem se tornar um só! Você pode delimitar os espaços, sem dividi-los com paredes, usando blocos de vidro, biombos, elementos vazados ou até mesmo portas sanfonadas. Se a mudança for bem planejada e respeitar a proposta decorativa do ambiente, não há nenhum problema!

5. Lembre-se dos acessórios de lavanderia

Torne sua área de serviço mais prática usando os famosos acessórios de lavanderia. Vale investir em carrinho de limpeza, porta sabão em pó, varal, tábua de passar, ganchinhos para pendurar vassouras, mini varal para lingeries, baldes e tantos outros objetos que facilitam — e muito! — a rotina doméstica.

6. Deixe os mais usados sempre ao alcance

Aumente a funcionalidade do ambiente, guardando os objetos e produtos que você mais usa em lugares acessíveis. Desse modo, as tarefas serão realizadas com muito mais praticidade e agilidade. Caso tenha crianças e pets na casa, não se esqueça que materiais químicos e produtos de limpeza devem ser colocados em lugares altos ou trancados, a fim de evitar acidentes.

Leia também