Isolantes Termocontráteis

O isolante termocontrátil é uma boa alternativa à fita isolante. Eles são fitas emborrachadas que encolhem ao entrar em contato com calor. Elas devem ser fixadas sobre emendas de fios e pontos desencapados com a ajuda de um soprador industrial ou de um secador de cabelo. A redução de tamanho é suficiente para fazer o isolante aderir ao fio mesmo sem ter uma camada de cola. Em nosso site, você encontra diversos modelos de isolante com mais de cinco metros de comprimento e diferentes larguras. Você também encontra os espaguetes termocontráteis. Eles são pequenos tubos de borracha maleável que também encolhem quando são aquecidos. Eles funcionam da mesma maneira que os isolantes, mas precisam que uma das pontas do cabo onde será instalado tenha uma ponta solta. Assim, é possível levar o isolante até a área que está desencapada. Existem modelos de espaguetes termocontráteis com diferentes diâmetros para facilitar o isolamento de fios de diversas bitolas. Os modelos menores são mais usados em ligações e emendas de ligações caseiras. Já os que podem ser encaixados em cabos mais grossos são indicados para usos em indústrias. A fita isolante termocontrátil pode ser aplicada em emendas de fios, chicotes, terminais e conectores. Isola e veda conexões elétricas evitando umidade e oxidação. As cores sortidas auxiliam na identificação dos cabeamentos. Para fazê-los contrair, basta aquecê-los a 90 ºC com a ajuda de um soprador. Um produto mais comumente encontrado e que realiza a mesma função é a fita isolante adesiva. Ela é composta por um plástico vinílico com uma camada de cola inferior para ter melhor adesão ao cabo. Os modelos mais tradicionais têm a cor preta, sendo mais discretos e bloqueando radiação ultravioleta sobre os fios. Mas você também encontra os modelos vermelhos, amarelos, azuis e verdes. Essa variedade de cores é bom para poder identificar quais fases estão sendo transmitidas. O mais comum é que os cabos vermelhos transmitam a tensão positiva, os azuis sejam neutros e os verdes funcionem como aterramento. É importante prestar atenção aos tipos de fita isolante que você vai usar. As de classe A, por exemplo, são indicadas para uso profissional, uma vez que são mais espessas e suportam uma temperatura maior da fiação elétrica. Já as de classe B são para uso industrial e tem um desempenho mediano e as de classe C, são as apropriadas para uso doméstico por serem mais básicas. Elas também podem variar em tamanho, e, em nosso catálogo variado, você encontra modelos de 5m, 10m ou até 20m para dar conta de todos os projetos realizados. Porém, é necessário saber como utilizá-la, já que sua aplicação na superfície é diferente de uma fita adesiva comum. Ela não pode ficar frouxa demais na superfície para não se desprender com facilidade, e também não pode ficar muito apertada. Isso porque pode ocorrer um estiramento excessivo, ou seja, ela pode perder a sua elasticidade e aderência, e, assim, precisando ser substituída.