A imagem mostra a sala da casa da Cinth: um sofá preto com almofadas em branco, preto e rosa, o tapete com estampa chevron em branco e preto, uma cadeira com uma manta de pelos branca e a iluminação feita com spots de trilho

Pensar na decoração de um apartamento novo é uma das partes mais empolgantes de encarar a mudança. Quando você precisa decorar seu primeiro apartamento, então, a motivação dobra. Deixar todos os cômodos da casa com a sua cara é algo que, geralmente, se faz de pouco em pouco — primeiro pelo trabalho que dá e, depois, como uma estratégia de equilibrar os gastos mês a mês. E sabe quem é um grande aliado nesse momento? O DIY, também conhecido como “faça você mesmo”. A Cinth Andrade é a prova disso: ela mesma colocou a mão na massa e economizou bastante na decoração do primeiro apê. Dá só uma olhada em como a casa dela ficou aqui embaixo!

Você não precisa ser um expert em trabalhos manuais para arriscar no DIY

Esta imagem combina três fotos do espelho Adnet feito pela Cinth com uma forma de pizza e um cinto de couro

Se você acha que não vai conseguir fazer nada, isso é justamente, o que te impede de se arriscar nos projetos de DIY, fique sabendo que a Cinth não nasceu sendo uma grande amante dos trabalhos manuais. “Eu nunca fui ótima nessas coisas… na escola, odiava a aula de artes, mas fazia uma coisinha ou outra, como aplicar uns paetês em roupas e fazer uns colares de miçangas”, contou. Mesmo assim, ela encontrou motivação na compra do primeiro apartamento próprio — e foi aí que as coisas mudaram: “fiquei muito mais animada para decorar com o meu apartamento por ser algo mais definitivo. Com a mudança, fiquei muito sem grana, então o DIY foi uma ótima alternativa para conseguir fazer isso sem gastar muito”. E sabe qual foi o conceito que começou essa fase criativa na vida da Cinth? O rosé gold! “Eu criei uma obsessão com rosé gold e, como, na época, ele ainda não era muito popular, era tudo muito caro. Então comprei uma tinta spray e queria pintar tudo”. Melhor começo que esse a gente desconhece!

A Cinth usou a internet como o lugar para se inspirar e descobrir como fazer cada uma das peças

O pendente aramado feito com canudos pela Cinth fica posicionado acima de uma mesa branca redonda que tem dias cadeiras Eiffel também brancas, uma lightbox com as palavras "speak life". As paredes atrás da mesa são cinza

Oito em cada dez pessoas que se mudam para uma casa nova ou estão no processo de reforma usam a internet para se inspirar no momento de decorar — e foi bem assim com a Cinth. A única diferença é que, com ela, esse processo tem uma quantidade maior de etapas: “gosto muito do Pinterest, sigo uns perfis de decoração no Instagram e, por lá, vejo as coisas que quero. E aí vou pesquisando alternativas baratas de DIY para isso”. Uma das principais peças que nasceu assim na casa dela é o lustre aramado — que, na verdade, é feito de canudos! “Eu vi o modelo do lustre no Pinterest, fui no YouTube e pesquisei como fazer. Encontrei um tutorial para conseguir esse efeito com canudinhos e não levei muita fé, mas fiz. A ideia era um lustre temporário, para usar até ter uma graninha, mas eu me apeguei tanto que não troco tão cedo (mesmo ele tendo ficado meio tortinho)”. Além do lustre, ela fez uma prateleira com cinto de couro e madeira, um espelho Adnet com um cinto e uma forma de pizza, uma manta de pelos para a cadeira da sala, um jardim vertical e um pendente industrial para a cozinha: tá bom pra você?

Conseguir um resultado diferente do planejado é normal: a Cinth desapegou desse ideal com o tempo

A horta vertical da Cinth foi feita com a estrutura de um memory board na parede e diferentes vasos pendurados nela

Se, mesmo tortinho, o lustre de canudos ganhou um espaço no coração da Cinth, existe um motivo. Nessa caminhada do DIY, ela já começou alguns projetos que tiveram que ir para o lixo, mas eles ensinaram uma lição: “eu aprendi que não dá para colocar as expectativas lá em cima. Normalmente, as coisas não saem exatamente como planejado. Às vezes fica um pouquinho torto, com um parafuso aparecendo, mas acho até interessante”. E olha: não tem uma pessoa que entre na casa dela e não se impressione com as obras de arte: “todo mundo sempre comenta e, geralmente, se espantam quando eu falo como foi feito e o custo. Alguém fala: ‘nossa, que lindo!’. E eu respondo: ‘custou 10 reais’”.

O que não falta é ideia de projeto novo na cabeça da Cinth!

A imagem mostra uma prateleira de madeira que fica presa à parede com dois cintos de couro. Em cima dela, a Cinth colocou uma plada de madeira escrito "love" e um abacaxi metalizado

Como se tudo o que ela fez já não fosse suficiente, a Cinth ainda pensa em mudar outros cantinhos da casa para deixar tudo ainda mais com a cara dela. “Estou querendo aplicar papel de parede no quarto, criar mais um nicho no armário da cozinha (esse projeto é bem ousado e tem grandes chances de dar problema, rs) e também quero uma textura para a sala, mas ainda não decidi qual”. E aí, se inspirou pra começar o seu próprio projeto de DIY em casa?

Aqui a foto mostra uma luminária com três lâmpadas penduradas em cima da bancada da cozinha