Diferença entre gancho, pitão, escápula e parafuso: aprenda a reconhecer cada um

Descobrir quais são os diferentes tipos de parafusos e para que cada um deles serve é algo que só acontece quando você precisa, realmente, do conhecimento: geralmente, durante uma obra para construir ou reformar a sua casa. Até esse momento, muita gente segue achando que o mundo dos parafusos se resume aos que têm diferentes tipos de encaixe, mas você já ouviu falar nos modelos gancho, pitão e escápula? Dá uma olhada aqui embaixo para descobrir quais são as diferenças específicas entre cada um desses produtos!

1# Parafuso

O parafuso comum é uma ferragem pequena reconhecida por qualquer pessoa. O que muita gente não sabe é que, além dos parafusos com encaixe fenda (aqueles que têm um traço reto na parte de cima) e philips (os que parecem um pequeno X), eles também podem ser sem fenda, com fenda quadrada, torx ou sextavados — e ainda variam em outros critérios, como o tipo de rosca e o tipo de cabeça. No momento da escolha, é bom que você leve em consideração o local onde a peça sera colocada, já que existem modelos específicos para diferentes superfícies. Nas áreas úmidas, por exemplo, o ideal é a utilização de parafusos feitos em aço inox, que têm alta resistência à corrosão. Para a instalação, você só vai precisar de uma chave de fenda, uma parafusadeira ou uma chave de boca, específica para os parafusos sextavados.

2# Gancho

Diferença entre gancho, pitão, escápula e parafuso: aprenda a reconhecer cada um

O gancho é o primeiro dos parafusos “diferentões” que você vai conhecer hoje. Ele serve, basicamente, para possibilitar que você pendure uma série de coisas em diversas superfícies da casa, sejam elas internas ou externas. Sua estrutura é a mistura de um corpo rosqueável, como um parafuso comum, e de um gancho na parte que fica para fora depois da instalação. Assim, você consegue encaixar, com facilidade, objetos de decoração (como esculturas e quadros), ferramentas ou outros elementos.

3# Pitão

Diferença entre gancho, pitão, escápula e parafuso: aprenda a reconhecer cada um

Só de olhar, você consegue perceber que o pitão é muito parecido com o gancho. O que muda de um para o outro é que o primeiro é aberto e o segundo, não: seu corpo é finalizado por uma espécie de anel. O pitão também serve para te auxiliar na hora de pendurar uma série de objetos, mas atenção: ele deve ser utilizado exclusivamente em superfícies feitas de alvenaria.

4# Escápula

Diferença entre gancho, pitão, escápula e parafuso: aprenda a reconhecer cada um

A escápula, por sua vez, tem um formato diferente: ao invés de ter a parte externa arredondada, ele tem o formato de um “L”. Eles também devem ser utilizados para ajudar na aplicação de quadros, varais de teto, luminárias e outros elementos do dia a dia. Na hora de instalar, a parte menor do “L” deve ficar para cima após rosquear.

Fique atento no momento da compra!

Diferença entre gancho, pitão, escápula e parafuso

Para realizar a instalação correta do seu parafuso — seja ele comum, gancho, pitão ou escápula — você deve ficar atento a alguns detalhes. O primeiro deles é a bucha: ela deve ser compatível com a ferragem e, ao mesmo tempo, servir para a superfície onde será colocada (ex: drywall, alvenaria, concreto e etc). Para você não ficar na dúvida, a Leroy Merlin já facilita o seu trabalho e separa por cores o tipo de fixação que você vai precisar para cada material - é só dar uma olhada na imagem aqui em cima! Não deixe de conferir, também, a capacidade de peso da bucha para ter certeza que ela vai sustentar o que você precisa pendurar com segurança.