Decoração de sala: 5 dicas para acertar na escolha do tapete para a área de estar ou jantar

Na hora de decorar a sala, muitas vezes pode parecer que está faltando apenas um pequeno detalhe para ela ficar mais aconchegante. Mas nem sempre é um detalhe tão pequeno assim, já que os tapetes podem fazer a diferença em salas de jantar ou estar. Como muitas dúvidas podem surgir no processo, a designer de interiores Renata Romeiro dividiu seu know-how conosco em cinco dicas fundamentais para quem está procurando o tapete ideal para o seu cantinho.

Atente para a harmonia da proporção

Não existe uma regra absoluta na hora de escolher um tapete, tudo depende do layout que está sendo proposto para o ambiente. Mas é importante levar em conta a harmonia do cômodo: enquanto uma peça muito grande pode dar a impressão de “engolir” a sala, um tapete muito pequeno parece perdido na decoração. Em uma sala de estar, por exemplo, a indicação é que o tapete entre pelo menos de 10 a 15cm embaixo do sofá, evitando que alguém tropece nas pontas. Segundo Renata, “para não ter erro, é sempre melhor optar por algo que tenha uma medida com uma ‘sobra’ que possa ficar debaixo dos sofás ou poltronas”.

Cuidado com a escolha do material

Como a sala de jantar é um espaço usado na “companhia” de alimentos praticamente 100% do tempo, é inevitável acabar caindo alguma migalhinha no chão – ou até mesmo uma bebida. Mesmo o tapete sendo 100% sintético (em fibra ou nylon), dá mais trabalho para limpar. “Nos projetos que faço, sempre alerto sobre os cuidados e limpezas periódicas que um tapete na sala de jantar exige. Se a decisão final for mesmo por incluí-lo, opto por um de fibras sintéticas, que tem uma manutenção mais fácil”, conta a designer de interiores.

Decoração de sala: 5 dicas para acertar na escolha do tapete para a área de estar ou jantar

Quando o assunto é a medida do tapete, o ideal para a sala de jantar é que ele cubra toda a área sob mesa e cadeiras com folga. Dessa forma, quando as pessoas afastam as cadeiras da mesa, elas não tocam o piso.

Pense na melhor composição com o sofá ou dê destaque para o tapete na decoração da sala

Normalmente, o sofá é a peça central das atenções da decoração de salas. Sendo assim, o tapete é um complemento do projeto. É ele que dá a sensação de conforto (tanto térmico, como visual) para um ambiente – e, assim como o resto da decoração, deve ser pensado para combinar com o móvel.

Mas também é possível decorar as salas de forma a ter o tapete como protagonista. A dica de Renata, nesse caso, é utilizar materiais mais neutros em tecidos, tintas e cortinas para garantir que o tapete seja a atração principal do ambiente. Apostar em uma estampa ou em uma peça de cor forte também pode tornar mais fácil a missão de destacá-lo no ambiente. Montar o projeto decorativo dessa maneira é uma forma de fazer diferente para tirar o tapete da posição de coadjuvante.

Misturar pode dar certo

Usar dois tapetes combinados para delimitar o espaço no caso de salas de estar e jantar serem contínuas pode funcionar. Mas, para isso, é fundamental que eles sigam a mesma linguagem. Isso pode significar estampas do mesmo tom ou cores complementares, por exemplo.

Decoração de sala: 5 dicas para acertar na escolha do tapete para a área de estar ou jantar

Tapetes redondos = ambientes pequenos

Para Renata, tapetes redondos funcionam bem em ambientes pequenos – e podem, inclusive, ser alternativas para salas de estar ou jantar menores que não comportam tapetes de medidas tradicionais. Essa opção é uma aposta mais ousada: mas, ainda assim, é importante não esquecer de levar em conta a harmonia entre o tamanho da peça e o tamanho da sala.