Se você está ligado nas tendências de decoração 2018, com certeza já deve ter reparado que o metal está presente em TODAS elas: na industrial, rose gold e até mesmo no minimalismo. A verdade é que o metal é sempre bem-vindo (mesmo que esteja presente apenas em pequenos detalhes). Mas, além de ser usado pontualmente - de forma mais discreta - ele também pode aparecer como protagonista. É exatamente isso que as dicas do Paulo Biacchi de hoje propõem: uma mistura harmônica de diferentes metais - e outros materiais - que criam uma tendência nova e super estilosa. Dá uma conferida!

1# Experimente cores e texturas

Como misturar metais: tendência de decoração de 2018 é ensinada por Paulo Biacchi

Para quem vive praticando bricolagem, não tem nada mais gostoso do que brincar de misturar cores, texturas e diferentes elementos para ver o que combina e o que não fica tão legal. Seguindo essa linha, dá para incorporar diferentes metais que ficam lindos (e se complementam) na decoração: cobre, rose gold, ouro velho, aço inox, cromado, etc. Mas a principal dica é não pesar a mão nessa mistura e acabar criando uma decoração exagerada.

Por isso, o ideal é se pautar na combinação de dois tons de metal: um quente (mais amarelado, como o cobre e o rose gold) com um frio (que tende para o cinza, como o inox e o ônix). Ah, não se esqueça de reparar também na decoração do resto do cômodo, como a cor da parede e o estofamento do sofá, para garantir que seja condizente com a mistura de metais que você está propondo.

2# Escolha um tom para comandar

Como misturar metais: tendência de decoração de 2018 é ensinada por Paulo Biacchi

Mesmo quando misturamos diferentes tons, é importante tomar um deles como base - aquele que vai ser o protagonista e irá ditar toda a linha temática. Na foto de cima, a gente priorizou o dourado, separando quatro pecinhas que criam uma pegada lúdica e ficam harmônicas juntas. Você pode colocar os enfeites em uma prateleira ou escrivaninha, para deixar o home office bem estiloso. E não se esqueça de também colocar objetos feitos de outro metal (de aço cromado, quem sabe) para fazer aquela mistura que a gente já explicou.

3# Lembre-se sempre: menos é mais!

Como misturar metais: tendência de decoração de 2018 é ensinada por Paulo Biacchi

É verdade que o metal dá uma valorizada em qualquer decoração, mas você sempre tem que tomar cuidado para não exagerar no uso do material (menos é mais!) - afinal, ele não precisa estar presente em todos os detalhes do cômodo. Aqui, a nossa dica é combinar enfeites de metal com outros materiais, como cestinhas de fibra natural e quadros decorativos que quebrem a linha metálica. Não se esqueça que a ideia é sempre misturar e, quanto mais diversos forem os materiais e texturas, mais rica fica a sua combinação.

4# Use o spray metálico para dar uma nova cara aos objetos antigos

Como misturar metais: tendência de decoração de 2018 é ensinada por Paulo Biacchi

Uma ótima forma de criar um efeito metálico - sem necessariamente usar objetos de metal - é usar a tinta spray com esse acabamento para renovar objetos antigos. Esse tipo de tinta específica cria um efeito metalizado em qualquer material: luminárias de plástico, vasos de cerâmica e até mesmo em canecas de vidro. Então, se você tem algum objeto velho do qual não quer abrir mão, a melhor dica é usar o spray para dar uma cara nova. Mas para que o efeito fique mais verossímil, tente escolher materiais que tenham mais vocação para serem metálicos - enfeites de vidro, neste caso, combinam super bem!

Bônus: a decoração industrial é perfeita para fazer essa mistura

Quem é fã de ambientes urbanos, já deve conhecer a linha de decoração industrial e tudo o que ela representa. Ela tem como ponto forte a presença de canos e objetos de metal que remetem aos antigos galpões e indústrias dos anos 50-60 - fora a parede de tijolos aparentes que é uma marca registrada. É aqui (nessa linha decorativa) que a combinação de metais faz mais sentido e, sem dúvidas, onde você pode ousar mais nas escolhas e misturas. As luminárias de cobre, por exemplo, ficam lindas penduradas no teto, com todas as lâmpadas aparentes. E não é só nos pequenos detalhes que o metal aparece: ele pode constituir diferentes móveis, como estantes, cadeiras e tudo aquilo que você quiser.